terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Crise da Água

Hoje eu ia escrever sobre como fazer a separação do lixo corretamente como havia prometido no último Post, mas uma amiga sugeriu que eu falasse sobre essa Crise da água e para dar dicas de como economizá-la. Então resolvi que é um assunto importante e deve ser discutido, então a separação do lixo vai esperar só mais um pouquinho.



As mudanças climáticas que sentimos no clima são em sua grande maioria provocadas por atividades humanas como emissões de queima de combustível fóssil, agricultura e processos relacionados à desmatamento e mudanças no uso do solo. Esse tipo de mudança acarreta no aumento do nível do mar, secas, chuvas extremas e inundações, tempestades e ondas de calor. E esses impactos geram consequências como causar um impacto na segurança alimentar, hídrica e energética, ameaçando ecossistemas naturais e habitats e áreas urbanas e rurais. Você está familiarizado com alguma coisa que citei acima??

Embora o Brasil seja o primeiro país em disponibilidade hídrica em rios do mundo, a poluição e o uso inadequado comprometem esse recurso. Já ouviu falar naquela história "Nós temos muita água, vamos usar que não vai acabar e se acabar vai ser daqui 100 anos já vou estar morto mesmo!", pois é todos os nossos atos tem consequências e nem sempre são boas. E aí? Você já esta morto? Porque eu to viva e observando todas essas mudanças. Quando não está quente demais, chove demais. E você agora terá que fazer rodízio de água?. Que pena, não é mesmo?



O Brasil concentra em torno de 12% da água doce do mundo disponível em rios e abriga o maior rio em extensão e volume do Planeta, o Amazonas. Além disso, mais de 90% do território brasileiro recebe chuvas abundantes durante o ano e as condições climáticas e geológica propiciam a formação de uma extensa e densa rede de rios. A água limpa está cada vez mais rara na Zona Costeira e a água de beber cada vez mais cara. Essa situação resulta da forma como a água disponível vem sendo utilizada: com desperdício - que chega entre 50% a 70% nas cidades -, e sem muitos cuidados com a qualidade. Assim grande parte da água no Brasil já perdeu a característica de recurso natural renovável (principalmente nas áreas densamente povoadas), em razão de processos de urbanização, industrialização e produção agrícola, que são incentivados mas pouco estruturados em termos de preservação ambiental e da água.

Nas cidades os problemas de abastecimento estão diretamente relacionado ao crescimento da demanda, ao desperdício e a urbanização descontrolada. Nas zonas rurais os recursos hídricos também são explorados de forma irregular, além de parte da vegetação protetora da bacia (mata ciliar) ser destruída para a realização de atividades como agricultura e pecuária. Não raramente, os agrotóxicos e dejetos utilizados nessas atividades também acabam por poluir a água. A baixa eficiência das empresas de abastecimento se associa ao quadro de poluição: as perdas nas redes de distribuição por roubos e vazamentos atingem entre 40% e 60%, além de 64% da empresas não coletarem o esgoto gerado. O saneamento básico não é implementado de forma adequada, já que 90% dos esgotos domésticos e 70% dos afluentes industriais são jogados sem tratamento nos rios, açudes e águas litorâneas o que tem gerado um nível de degradação nunca imaginado, mas que agora tenho certeza está passando pela cabecinha de vocês! Tenho certeza.

Ou as pessoas começam a descobrir dancinhas que façam chover ou que façam despoluir tudo que está sendo poluído e degradado ou elas começam a se conscientizar de que nossos recursos são FINITOS, podem acabar um dia se não tiver as devidas preocupações e ações preventivas. Que as dicas que eu vou dar aqui nesse Post não sejam usadas somente em tempos de crise, mas que sejam usadas sempre, no seu dia a dia. Que a conscientização e as ações não sejam por 3 meses mas para a vida toda.



É importante saber: nas contas de água todo volume registrado pelo hidrômetro é considerado consumo e esse aparelho apura estes três fatores:

Consumo Efetivo - o que é percebido como consumo real. Varia de acordo com as necessidades em cada domicilio.

Desperdício - perda voluntária durante as atividades domésticas e causadas pelo mau uso da água e por maus hábitos.

Vazamento - perdas involuntárias , geralmente não aparentes, em torneiras, sanitários, caixas d'águas e outros.

Dicas de Economia e curiosidades:

# Não deixe a água correndo enquanto estiver escovando os dentes. Uma única pessoa pode economizar 1,9 milhão de litros de água ao longo da vida simplesmente escovando os dentes com a torneira fechada. Se duas pessoas fizerem isso ao longo da vida, a quantidade de água economizada equivale a uma piscina olímpica e meia. Quer mais? Se todos os moradores do Brasil adotarem o hábito, a água economizada durante um mês equivalerá ao volume de um dia e meio de águas correndo pelas Cataratas do Iguaçu.

# Ao fechar a torneira, certifique-se de que ela não ficou pingando. Ao longo de um ano, esse pinga-pinga de "apenas umas gotinhas" desperdiça, pelo menos, 16 mil litros de água limpa  e tratada, o que custa cerca de R$ 1.200 na sua conta. Já pensou quanta coisa poderia fazer com esse dinheiro que escorre pelo ralo?

# Canos furados e vazamentos são desperdício de água potável e dinheiro. Um buraquinho de 2mm  em um cano desperdiça 96 mil litros em um mês (praticamente 10 carros-pipas de água tratada e limpa). Em um dia, a quantidade do recurso jogada fora daria para lavar todas as roupas que você precisa na máquina de lavar.

# Coloque camisinha na torneira, o nome técnico é aerador, conhecido também como peneirinha. Essa válvula que pode ser colocado no bico da torneira ajuda a economizar água, ao proporcionar sensação de fluxo mais intenso. Se 12 apartamentos de um prédio aderissem ao uso, em um ano seria possível economizar água suficiente para encher uma piscina olímpica.

# Já que tem muita gente por aí que ainda desperdiça muita água para lavar a louça, o ideal é retirar o excesso da sujeira dos pratos, copos, talheres e panelas a seco, antes de abrir a torneira, e jamais deixar a água correndo enquanto está ensaboando a louça.

# Sabia, que se cada brasileiro diminuísse em, apenas, um minuto seu tempo de banho no chuveiro, a energia economizada em um ano equivaleria a 15 dias de operação da usina Itaipu em sua geração máxima? E mais: se, apenas, duas pessoas em cada casa da Grande São Paulo reduzissem em 5 minutos o tempo que ficam debaixo do chuveiro com água correndo, daria para economizar 13,4 bilhões de litros por mês, quantidade suficiente para abastecer uma população maior que a de Salvador por 30 dias. E por favor né, 5 minutos são o suficiente, se quer tirar um tempo para pensar na vida use o seu sofá ou cama é mais confortável e não gasta água.

# Usar aquela "Vassourinha hidráulica" para limpar a calçada não está com nada: em 15 minutos, o desperdício de água chega a 280 litros. A mangueira gasta menos, mas também pode ser substituída por um balde (de preferência de água reutilizada de máquina de lavar).

# Aproveite a água da chuva para aguar as plantas e o jardim. As plantas absorvem mais águas em horários quentes, então molhe-as de manhã cedo ou no fim do dia.

# Usar máquinas de lavar roupa na capacidade máxima.

# Não jogar óleo de fritura pelo ralo da pia. Além de correr o risco de entupir o encanamento da residência, essa prática polui os rios e dificulta o tratamento da água.

# Tratar a água de piscinas para não precisar trocar com frequência. Outra dica é cobrir a piscina com lona, enquanto não ocorre o uso, para evitar a evaporação.

# Uma descarga chega a utilizar 20 litros de água em um único aperto. Então aperte apenas o tempo necessário.

Bom, espero que tenha esclarecido algumas coisas e tenho certeza que vão pensar antes de "jogar a água fora". Utilizem as dicas e repassem as mesmas para seus amigos, conhecidos, familiares. Toda a ajuda é bem vinda na conscientização e na ajuda ao Planeta. Pense no agora e no amanhã também. Você pode não estar mais por aqui mas seu filho ou neto ou bisneto ou sobrinho também devem desfrutar do que você pôde. Repassem essa ideia. Beijo grande. Ah e como Bióloga, tia, irmã e espero futura mãe eu tento seguir todas essas dicas, só para deixar bem claro. 

Você tem noção da sorte que tem? Não deixe que ela acabe.






Informações retiradas dos sites:
http://www.socioambiental.org/esp/agua/pgn/
http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/atitude/15-dicas-praticas-economizar-agua-desperdicio-777421.shtml
http://www.manausambiental.com.br/economia-de-agua-dicas-para-consumir-sem-desperdicios
http://www.suapesquisa.com/ecologiasaude/economia_agua.htm
http://www.agenersa.rj.gov.br/agenersa_site/index.php?option=com_content&view=article&id=112:dez-dicas-para-economizar-agua